Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

...chorar.

Chorar fontes, a ver se esta tristeza se esvai. Chorar, chorar muito e talvez este peso todo saia de mim. Pode ser que com as lágrimas, os olhos vejam tudo mais límpido, claro e exacto, tudo o que me está a escapar. Somos de extremos. Ontem tínhamos tudo, hoje um bom dia e pouco mais. Achas que me podes rasgar o peito porque tiveste um passado cheio, que se arrasta até hoje, carregado de pontas soltas, que fazes questão de não desfazer. Eu só tenho as lágrimas que me acompanham todo este tempo e que não vejo maneira de darem lugar aos sorrisos prometidos. Talvez na minha ausência possas acabar o que está inacabado. Talvez te possas dar a quem tem andado no escuro.

sinto-me:

apeteceu a sofia às 15:46
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De tudoanorte a 11 de Julho de 2008 às 16:54
Mas que melancolia, que dor de alma ...
Só Florbela Espanca, descrevia assim a sua dor ...


De sofia a 12 de Julho de 2008 às 17:23
Que exagero.
Obrigada pela assiduidade


De tudoanorte a 12 de Julho de 2008 às 18:37
É obvio, que é um exagero,mas Florbela Espanca é única.
O soneto que hoje publiquei, é dedicado a essa alma que sofre - Sofia .


De sofia a 12 de Julho de 2008 às 18:50
Nada do que escrevo é especial. São coisas que sinto. Coisas verdadeiras. Estão aqui porque tenho pouca privacidade para as ter num caderno. E não há nada como aderir ao que de bom a tecnologia tem ;)


De tudoanorte a 13 de Julho de 2008 às 17:51
Pouca privacidade ao ponto de não as poder ter num caderno !?....
Mas que coisa estranha!
Espero que possa dizer tudo o que sente, sem temor.
Ficoa pensar como é possível !....


De sofia a 16 de Julho de 2008 às 17:08
É verdade.
Míudos...
E aqui escrevo e n me preocupo com mais nada, entendes?...


Comentar post

.soltas

. todas as tags

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.em destaque

. Um homem do NORTE

RSS